Como optimizar a configuração do seu email G Suite (SPF, DKIM e DMARC)

Configuração SPF, DKIM e DMARC

Optimize o seu email G Suite para evitar que caia na caixa de spam dos receptores

As operações referidas nesta página deverão ser efectuadas na área de gestão de DNS do seu domínio.
Caso não tenha conhecimento neste tipo de operações, informe-se perante o seu responsável técnico. Recomendamos atenção redobrada já que uma deficiente configuração dos registos de DNS poderá comprometer o envio e recepção de emails do seu domínio.

1º PASSO - SPF - validação do servidor de envio de email

O SPF é uma das primeiras tentativas de validação de comunicações por e-mail.

Ao utilizar o serviço G Suite os emails identificados com nome @seu_dominio.com, são enviados atravês dos servidores do Google. O registo SPF instalado no seu domínio permite informar os servidores de recepção quais são os servidores que estão autorizados a enviar em nome do seu domínio.

Este registo é obrigatório para a configuração do serviço G Suite.

Configurar SPF para G Suite

  • Nome / host / alias: @ ou deixe em branco
  • Time to Live (TTL): digite 3600 ou deixe em branco.
  • Valor / resposta / destino: digite v=spf1 include:_spf.google.com ~all.

2º PASSO - DKIM - autenticação das mensagens de email

O DKIM adiciona uma assinatura criptografada ao cabeçalho de todas as mensagens enviadas.

Os servidores de e-mail que recebem essas mensagens usam o DKIM para descriptografar o cabeçalho da mensagem e confirmar que ela não foi alterada após o envio.

Na consola G Suite

  • Aceda à admin.google.com
  • Clique em Configurar G Suite
  • Selecione GMail.
  • Seleccione Autenticar Email
  • Clique em Gerar Nova Referência
  • Será gerada uma chave de código que deverá inserir na plataforma de gestão do seu domínio

O Gestor do seu Domínio

  • Aceda à área onde detêm os DNS do seu domínio
  • Escolha a opção de inserir um novo registo TXT
  • Insira os dados apresentados na consola de administração
  • Volte à consola de administração G Suite, e clique em Validar código DKIM

3º PASSO - DMARC - unificação de validações

O 3º nível de validação de emails é feito atravês do registo DMARC. 

O DMARC usa os resultados de validação de SPF e DKIM e verifica os nomes de domínio em relação ao endereço FROM no e-mail. Se a validação for bem-sucedida e o nome do domínio alinhar, o resultado da validação do DMARC será aprovado.

Além disso, o DMARC pode dizer explicitamente ao servidor receptor o que fazer com um e-mail se falhar o SPF e o DKIM, fornecendo uma provisão para relatar todas as tentativas de validação.

Um endereço de e-mail pode ser especificado no registro DMARC e o servidor receptor pode enviar relatórios que incluem informações como o endereço IP da origem de um e-mail. Isso é particularmente útil para entender a frequência e quantidade de e-mail não autorizados.

Existem três políticas DMARC para especificar como seu domínio lida com e-mails suspeitos:

  • não fazer nada na mensagem e registrá-la no relatório diário
  • marcar a mensagem como spam e retê-la para processamento adicional (quarentena)
  • cancelar a mensagem para que ela não seja enviada ao destinatário

Registo TXT: "Nenhuma ação"

Não tomar medidas em relação a mensagens que parecem ser do seu domínio, mas não passam nas verificações do DMARC. Envia o relatório diário para [email protected]_domínio.com.

Registo TXT
v=DMARC1; p=none; rua=mailto:[email protected]_dominio.com

Registo TXT: "Colocação em Quarentena"

Coloca em quarentena 5% das mensagens que parecem ser do seu domínio, mas não passam nas verificações do DMARC. Envia o relatório diário para [email protected]_domínio.com.

Registo TXT
v=DMARC1; p=quarantine; pct=5; rua=mailto:[email protected]_dominio.com

Registo TXT: "Rejeitar mensagem"

Rejeita 100% das mensagens que parecem ser do seu domínio, mas não passam nas verificações do DMARC. Envia o relatório diário para [email protected]_domínio.com.

Registo TXT
v=DMARC1; p=reject; rua=mailto:[email protected]_dominio.com, mailto:[email protected]_dominio.com